Tipos de Wi-Fi (atualizado para 2021)

Comprar placas de Wi-Fi ultimamente é uma bagunça danada. O consórcio do Wi-Fi Alliance parece estar tentando simplificar a confusão com novos termos para os tipos de Wi-Fi, mas com as lojas não atualizando os produtos antigos com as terminologias novas, a confusão continua à solta.

Então, para simplificar, aqui vai todos os tipos de Wi-Fi que você pode encontrar à venda por aí, tanto para placas de rede para colocar no computador, como para os que já vem nos laptops, e os tipos de roteadores.

Wi-Fi 0

O primeiro padrão de Wi-Fi real que criaram, no qual todos os outros são baseados, é chamado de IEEE 802.11 e foi criado em 1997. Usa a frequência de banda de 2.4 GHz para transferir dados entre computadores, com capacidade de até 2 Mbps.

Possui uma tecnologia chamada CSMA/CA (Acesso múltiplo com verificação de portadora com anulação/prevenção de colisão) que eu não sei o que é e você também não, então lá se vai 10 segundos do nosso tempo jogados fora.

Super velho, quase nada usa esse sistema, ao ponto de que a Wi-Fi Alliance nem se aborreceu em numerar esse tipo de rede sem-fio.

Wi-Fi 1

O IEEE 802.11b ou 802.11b ou Wi-Fi B foi criado em 1999 e popularizado em 2002, usa a frequência de 2.4 GHz e transmite dados a 11 Mbps.

Usa a tecnologia CCK pra evitar os dados de um disposivito ou rede irem para outra rede. Ou seja, sem linha-cruzada.

Esse sistema era mais fácil e barato de produzir que o 802.11a, então ele foi muito mais popular. Até o Nintendo DS chegou a usar este padrão de rede.

Wi-Fi 2

O IEEE 802.11a ou 802.11a ou Wi-Fi A também foi criado em 1999 e também popularizado em 2002, usa a frequência de banda de 5 GHz, e transmite dados entre 1,5 Mbps e 54 Mbps.

Usa a tecnologia OFDM (multiplexação por divisão de frequências ortogonais) para suportar várias velocidades de rede diferentes para os dispositivos conectados. Nem tudo aguentava 54 mega por segundo na época, né?

Ironicamente, apesar de ter sido criado junto com o 802.11b, produtos com esta tecnologia vieram um pouquinho depois porque era mais difícil de fazer componentes suportando a frequência mais alta. E pela letragem, você também esperaria que este fosse o Wi-Fi 1, mas não é (olha a bagunça).

Wi-Fi 3

O IEEE 802.11g ou 802.11g ou Wi-Fi G foi criado em 2003, usa a frequência de 2.4 GHz e transmite dados a até 54 Mbps.

Completamente compatível com o 802.11b, mas produtos usando a tecnologia velha afetavam a velocidade da rede mais nova. Basicamente, usava OFDM para as velocidades mais altas, CCK para as velocidades mais ou menos (igual ao 802.11b) e DSSS para as velocidades mais baixas (igual ao 802.11).

Wi-Fi 4

Também conhecido como IEEE 802.11n, ou 802.11n ou WI-Fi N, foi criado em 2009, usa as frequências de 2.4 GHz e 5 GHz, transmite entre 72 Mbps e 600 Mbps.

Usa uma tecnologia nova chamada MIMO (múltipla entrada e múltipla saída) combinado com o OFDM, portanto MIMO-OFDM, para aumentar a velocidade de transmissão usando múltiplas antenas. Também conhecido como “spatial beamforming”.

É aqui que os roteadores começaram a ganhar mais perninhas. Para suporte completo, os roteadores tiveram que vir com 3 antenas.

Wi-Fi 5

Também conhecido como IEEE 802.11ac, ou 802.11ac, ou Wi-Fi AC, foi criado em 2013, usa só a frequência de 5GHz, transmite entre 433 Mbps e 6,9 Gbps.

Basicamente fizeram alguns ajustes nas tecnologias anteriores para melhorar a performance. Porém, produtos com essa tecnologia foram sendo implementados com tanta pressa que tiveram que dividir os produtos em Wave 1 e Wave 2.

Wave 1 é praticamente a mesma coisa que o Wi-Fi 4 mas com melhorias na capacidade de transmissão. 500 Mbps de conexão simples e 1.1 Gbps de conexão múltipla.

Em 2016 veio a Wave 2 (802.11ac Draft 3) que contém MU-MIMO (MIMO com multi-usuário), suporte á largura de banda de 160 MHz (ao invés de 40 MHz do Wi-Fi 4) pra aumentar a transmissão nos canais de 5 GHz, e 4 antenas.

Os produtos dessa linha geralmente vem com velocidades marcadas com nomes entre AC450 a AC5300. Basicamente, era uma tentativa de simplificar a combinação de transmissões em 2.4 GHz e 5 GHz entre 1 e 4 antenas, usando diferentes larguras de banda. Uma bagunça danada.

Wi-Fi 6

Também conhecido como IEEE 802.11ax, ou só 802.11ax, ou Wi-Fi AX, foi criado em 2019, usa as frequências 2.4 GHz e 5 GHz, transmite entre 600 Mbps e 9,6 Gbps.

É 40% mais rápido que o Wi-Fi 5 porque usa umas firoulas pra colocar mais dados nas ondas de rádio e codificação mais eficiente. Consegue se conectar com 4x mais dispositivos. Você vê os termos “traffic prioritization”, OFDMA e “beamforming” e suporte à nova encriptação SAE.

Também vem com a função TWT (“target wake time”) para usar com smartphones, laptops e produtos IoTs mais novos, para controlar a frequência com que esses dispositivos acordam para receber dados e economizar energia.

Existe a variante Wi-Fi 6E que também usa a banda de 6 GHz.

Na data em que escrevi este guia, este é o padrão mais novo. Então se for comprar um roteador agora e o bicho parecer um caranguejo morto, com umas 6 antenas, é este que você quer. E vai estar escrito Wi-Fi 6 agora, pra ficar mais fácil.

Wi-Fi 7

O padrão IEEE 802.11be ainda está em desenvolvimento. Provavelmente sai em 2024.

Deixe uma resposta